2005/10/13

Peciscas



A minha estante é um tanto anárquica. Assim como as minhas leituras.
Poesia, sempre que posso (Gedeão, Ary, Eugénio, Zé Gomes Ferreira e tantos mais).
Depois, Saramago, Eça, Jorge Amado, Redol, Soeiro... Conforme se depreende, essencialmente, "a minha pátria é a língua portuguesa". Mas, é claro, não sou xenófobo.
Há muitos outros de que gosto e não moram cá. Estes são apenas meros indicadores.
Ah! E não falo da catrefada de livros que leio por causa da profissão. Quase sempre, também com prazer.

Peciscas

1 Comments:

Blogger jacky said...

Peciscas, a tua estante tem estilo com essas capas de couro e letras doiradas! :)

17/10/05 09:24  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home